Post no Bicha Fêmea Que Indica Post Bacana…

O endereço do Bicha Fêmea agora é www.bichafemea.com, você vai dar uma passadinha por lá?

A melhor coisa que se pode fazer nessa blogosferademeuDeus é trocar, trocar e trocar… eu não canso de dizer e achar isso. E tenho cá para mim que a rede de relacionamentos que se cria entre os blogs femininos é que é das boas.

Não é mistério para ninguém que mulher gosta, e muito, de falar e conversar. É o que chamo de trololó

E convesa vai, post vem, texto aqui, experiência ali, dei de cara com um post da Claudia Ramalho, bicha fêmea que edita o Feito a Mão, indicando um outro post.

Eu, que nem gosto de me perder blogosfera afora… cof cof cof… lá fui eu conferir a indicação da Claudia. E me surpreendi…

O texto que li é um desabafo, um testemunho e, para quem quer que o considere assim, um alerta. Isso! Um alerta para mulheres que correm loucas de um lado para o outro (hein? Será que isso tem a ver com a gente?!EmoticonConfused ) e não perceberam (ainda) o mais importante…

Onde está esse texto? Está neste post, brilhantemente escrito pela Fernanda, do blog Devaneios Domésticos. É para ler e ficar com uma pulga atrás da orelha…

Advertisements

17 Respostas to “Post no Bicha Fêmea Que Indica Post Bacana…”

  1. Raquel Machado Says:

    Oi flor do campo…vim te avisar que te indiquei lá no blog hoje e que tinhamos que escolher 3 blogs que não participam da blog gincana e contar um pouco deles escolhi o seu para ser um deles quando quiser passa por lá. Agora vou lá conferir o texto que tu indicou…..BJKS NO CORAÇÃO

  2. Fatima Says:

    Vou lá conhecer!
    bjs Lidi.

  3. Patrícia Pirota Says:

    Ótima indicação, Lidi!
    Li o texto da Fernanda ontem, quando a Claudinha indicou. E é realmente pra ficar com uma pulga atrás da orelha.

    *******
    Você tem razão, menina! Eu é que tinha esse desvio de achar que os mortos mereciam mais minha atenção. Coisa de gente louca e com medo do novo… Tsctsc.

    Mas sabe uma coisa que me fez perceber que a escrita dos vivos é tão boa quanto a dos mortos, e, às vezes, até melhor? Meu contato com a blogosfera. Hoje, leio mais blogs do que livros de ficção, e todos os blogs que leio vão formando uma história tão boa de ler quanto os livros que estão na estante.

    Ah, bonita! Sei não se terei zilhões de leitores, mas já me contento em conseguir publicar o livro e ter ele lido pelas minhas leitoras daqui, que já me são muito importantes…

    Ah sim, o blog da Martha é muito bom. Conheça que vale a pena!

    Beijão procê, bicha!

  4. Leticia Says:

    Amiga,
    vou lá conferir!
    Beijos!!
    lelê

  5. sonia sousa Says:

    eu fui e li um e li o outro e fiquei a pensar….eu em janeiro passado decidi consultar um médico pois foi o basta que dei…mas já vinha há meses sem conseguir dormir direito , com muitas dores de cabeça….eram os sintomas de que estava esgotada …ainda não estou completamente bem (hoje inclusive prometi falar nisos umd ia destes lá no blog…como nada a contece por acaso ….aqui tenho o “arranque de que talvez precisasse”-
    beijinhos muitossss e obrigada

  6. Fabiana Says:

    Ai, que texto! Meu Deus, porque será que queremos ser sempre as heróinas?
    Bjs!

    • Lidiane Vasconcelos Says:

      Boa pergunta, Fabiana!
      Difícil é não encontrar uma mulher que não tenha tomado para si, em algum momento da vida, esse papel, o de heroína. Eu também estou nesse meio… mas estou tentando me desvencilhar dessa armadilha, ao passo em que muitas vezes passei a questionar minha postura e pensamentos.
      Comecei a pensar: se é possível ter uma vida menos acelerada, por que viver o contrário?
      Evidentemente, não é possível para muitas mulheres esse tipo de escolha. Também é verdade que há muitas delas que levam uma rotina abarrotada de atividades, e são felizes assim. Mas eu me percebi não sendo, e assumi que outro modelo é que me fazia bem.
      Sempre escutei o ditado de que o que é de gosto, é o regalo da vida (é assim?). Portanto, se a forma como se vive, apesar de cansativa, deixa a pessoa feliz, ótimo. Mas se não, e na verdade esse modelo de vida é o causador de exaustão diária, além de reclamações, por que continuar? Eu não continuei…
      Nesse momento chego na opinião que tenho para a sua pergunta: eu acredito que a mulher sempre quer ser heroína porque aprendeu como verdade absoluta que para ser respeitada ela tem que “se virar nos 30”, nem que para isso ela leve uma vida no limite do cansaço e sem qualidade de vida alguma.
      Qual a vantagem disso tudo mesmo? O que motiva esse tipo de postura? Eis mais alguns questionamentos…

  7. leila Says:

    Fui lá veir o post , que bom ela ter descoberto e ter acordado para uma vida mais feliz, bjs e obrigada pela indicação do texto !

  8. Cláudia Ramalho Says:

    Oi, Lidi, acho que o post da Nanda deveria ser de leitura obrigatória!
    Quem tem peito deve ler.
    Me arrepiei todinha… Quando a gente não escuta o corpo, ele grita!
    ***
    Ah, a coisa funciona assim: quando a professora conhece os pais, à medida que os assuntos vão sendo trabalhados, ela convida alguns para participar. Eu fiz aquilo que mostrei.

    Teve mãe dentista que foi dar aula de higiene bucal. Tem uma mãe que tem uma ong que foi falar de preservação ambiental. Uma outra médica, foi falar de dengue. Um pai que tem restaurante foi ensinar a fazer pastel.

    E assim vai. Cada uma num dia certo. Nunca ao mesmo tempo.

    É muito legal!!!! As crianças adoram. E como vc disse, são memórias para a vida toda!

    Bjks

  9. eliene vila nova Says:

    oi amiga
    li a postagem e adorei.
    ótima indicação
    adoro a Claudinha, um doce de pessoa.
    beijos

  10. Fernanda Says:

    Lidi minha linda, viu só que tró ló ló que deu um texto totalmente despretencioso??? Você e a Claudinha são puro LUXO!!! Fiquei muito feliz em encararem o texto como um alerta, mesmo que em simples depoimentos é muito bom poder ajudar.
    Bjks

  11. yvone Says:

    Lidi aonde há fumaça há fogo! Já passei na casa da bicha Nanda e deixei meu recado!
    Mandou supre bem!
    bj no coração

  12. Cibele Says:

    Nossa Lidi que post ótimo, adorei a indicação.
    Amiga obrigada pelas palavras de carinho no dia do meu aniversário.

    beijo beijo

  13. Débora - Blog Decantar Says:

    Oi Lidiane!

    Olha, eu também sou meio cismada com esses cheiros muito “adocicados” e enjoativos nos produtos de cabelo. Mas, eu não achei muito acentuado nesse caso nao. Ele fica um pouco mais suave do que o cheirinho que sentimos diretamente ao abrir a embalagem. Procura sentir o aroma no supermercado levando em conta que no seu cabelo vai dar uma leve amenizada. Mas, sabe, na mesma linha tem o Seda RECONSTRUÇÃO ( é o da embalagem laranja), que eu ainda nao usei mas, já me falaram maravilhas… aliás, é o que a própria SEDA chama de carro-chefe da campanha. Neste caso, vc nao vai ter o cheiro do chocolate e vai ter um resultado tão bom quanto… Nossa, até parece que a SEDA tá me patrocinando…kkkk. Mas, é que adoro ler as dicas das amigas blogueiras e nada mais justo do que compartiilhar as minhas, né?

    Depois me fala se gostou.

    Bjokas.

  14. Desdobramento dos comentários e do Twitter… « Bicha Fêmea Says:

    […] Bicha Fêmea Da mente, corpo e casa sãos. « Post no Bicha Fêmea Que Indica Post Bacana… […]

  15. Silvana Mello Says:

    Fui conhecer e visitar o blog da Fernanda. Maravilhoso o relato dela. Entendo perfeitamente o que ela passou, já fiz minha parada também, faz alguns anos, como coloquei no comentário que deixei lá. Todas temos que saber quando chega a hora de “abandonar” a heroína que existe dentro de nós. Bjinhosss

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: