Post no Bicha Fêmea que Indica Post Bacana.

O endereço do Bicha Fêmea agora é www.bichafemea.com, você vai dar uma passadinha por lá?

Se eu tivesse um filho, iria tentar transmitir a ele todo o meu amor…

Por outro lado, talvez não conseguisse. Acho que amor de mãe não é inteligível…

Mas eu tentaria…

Se eu fosse você, leria a tentativa da Claudia Ramalho, do blog Feito a Mão, bem aqui neste post, de transmitir o amor que ela sente pela segunda filha…

Mas só leia, se e somente se, o local onde você estiver lhe permitir se emocionar. Depois não diga que não avisei, hein?!

Advertisements

23 Respostas to “Post no Bicha Fêmea que Indica Post Bacana.”

  1. Carol Says:

    Beeecha…
    Faz assim não minha flor!!! Que é perigoso eu me afogar em lágrimas!!!
    😀
    Lindo! Lindo! Lindo!
    Bjocas,
    Carol

  2. lidianevasconcelos Says:

    Carol, não acredito que tu foste a primeira a comentar neste post! 😮

    Acredita que lembrei de você na hora que decidi divulgar o post da Claudia?!

    Mas que é emocionante, isso é mesmo!!!

  3. Fabiana Correia Says:

    Ai Lidi, nem me fale deste post, chorei logo cedinho de manhã, vou pegar a Claudinha pelo pé quando nos encontrarmos, rs. Deveria ter uma tarja – emoções fortes

  4. Fabiana Correia Says:

    Aff, nem disse xau, rs.
    Bj grande!

  5. Cibele Says:

    Oi Lidiane, vim agradecer os comentários carinhosos no meu blog, muito obrigada de coração!!! O meu blog é bem novinho estou tento a experiencia de conhecer pessoas maravilhosas,e isso esta me fazendo muito bem, e mostrar um pouquinho de mim das minhas artes, vou te linkar para ficar pertinho de vc, Um beijo querida e vou ler o texto que vc esta nos recomendando.

    Um abraço

    • lidianevasconcelos Says:

      Oi, Cibele! Imagino o quanto você deve estar contente por estar desbravando a blogosfera. O Bicha Fêmea já vai fazer 1 ano muito em breve, e ainda hoje eu fico serelepe e saltitante cada vez que chega um comentário inédito de alguém, digo, de uma leitora que nunca comentou, sabe? A partir desses comentários eu imagino que é uma nova amizade virtual que pode estar surgindo, e que é muito legal quando é como uma via de mão dupla. 🙂

      Em tempo, também te linkei. Vamos ambas ficar pertinho uma da outra a partir de agora. 😀

      Beijos, bonita!!!

  6. Tri Says:

    Lidiane,
    não conhecia o blog da Claudia não… que lindo post… e ainda bem que vc avisou (tô com lagrimas nos olhos). Que mãe fofa e que crianças lindassss!
    beijo beijo
    Tri

  7. Priscila Says:

    Lidi amiga, adorei a dica do post, me emocionei, lindo,lindo….
    Bjs….

  8. Elaine Battistel Says:

    Lidi,

    Li a carta de amor da Claudia logo cedinho…ahh que bom que foi.

    Bjs, Elaine

  9. marcia gullo Says:

    Adivinha….!!!! já fui conferir voltei chorando…..
    brigada Li por compartilhar essas coisas boas com a gente.

    bejinhos

  10. Fernanda Says:

    Acabei de vim de lá ainda com lágrimas nos olhos e com o coração transbordando de alegria em conhecer, mesmo que virtualmente, pessoas tão sensíveis e verdadeiras que se mostram por inteiro como é o caso da Claudinha.
    Chega a ser engraçado este mundo virtual, o poder que ele tem sobre nossas emoções com pessoas que sequer nunca vimos!!!!
    Amo muito tudo isso!
    Tenha uma linda semana,
    Bjks,
    Fernanda

    • lidianevasconcelos Says:

      Ah, Fernanda, é verdade. A blogosfera reserva mesmo muitas surpresas né? Quando eu li o texto da Claudia, senti uma sensibilidade singular. Lógico que tinha que divulgar, né? Não é toda hora que a gente esbarra em posts tão bons, tão belos e tão singelos como esse.
      Que bom que você gostou. 🙂

  11. Rejane Batista Says:

    Ôpa! Tô indo lá agora ler isso direitinho.

  12. Rejane Batista Says:

    Fui lá e achei um texto escrito por uma mãe com um carinho e sentimento singular… que delícia… também quero sentir isso um dia.
    Bjos da Re.

  13. Ana Claudia Says:

    Nossa, é de emociar mesmo. Fui lá correndo e li tudinho e como minha filha diz, deu agua nos olhos!!!
    bjks

  14. Patrícia Pirota Says:

    Ô, Lidi!
    Ótima indicação! Todo mundo deve ler aquele texto da Claudinha mesmo…
    E é bom avisar que as emoções são fortes, mesmo =)

    Que bom que gostou das sugestões, bonita!
    ‘Brigada por tê-las publicado no post anterior, viu…
    E eu fui correndo lá ver o post da Ruby! E é exatamente sobre aquilo que eu estava falando xD

    Boa noite!
    Beijão procê!

  15. Cláudia Ramalho Says:

    Lidiane!
    Quase morro do coração! Ontem corri feito louca pra dar conta da festinha e com a Mariana dodói e tudo mais… Hoje volto aqui pra responder alguns comentários e encontro mais de 30 naquele post! Quase morri. Agora entendi porque. Obrigada pela indicação, pelo carinho, por tudo, bicha.
    Esse mundo virtual é exatamente como a Fernanda falou: bem estranho. A gente conhece tão pouco e tanto ao mesmo tempo umas das outras. Acho que é assim porque a gente conhece a parte que mais importa: a alma. Não a aparência, a casa, o carro, a conta bancária, a profissão, o status. Isso tudo confunde e embaraça a verdadeira imagem que deveriamos transmitir.
    Um abração apertado de quebrar ossos.
    Amo muito tudo isso.
    BJks

  16. Leticia Says:

    Também achei lindo!!!
    Beijos
    lelê

  17. Luma Says:

    Lidi, eu li o texto ontem e indiquei para uma amiga que teve bebê recentemente. Ela tem um filho mais velho e está passando pelos mesmos problemas. No caso, filhos com idades muito diferenciadas é como se tivéssemos, mais de um filho único. Se filho único é complicado, imagina, dois, três… nem me fale! A diferença aqui é gritante!

    Enfim, como sempre, quando amamos, achamos que fazemos pouco e a consciência sempre pesa. No caso do amor materno, mãe sempre dá mais do que tem! 🙂

    *Off-topic: é a casa da minha mãe sim!

    Beijus,

    • lidianevasconcelos Says:

      Luma, você comentou com tanta propriedade…
      Você é mãe, é? E é de mais de um? 😮
      Sei lá, sempre te imaginei uma jovenzinha “superultramega” politizada, engajada e enfiada no meio acadêmico. Dessas que não têm um tiquinho de vontade, ou mesmo tempo, de constituir família. Dessas que têm outros interesses, sabe? De onde foi que tirei essa imagem, hein?! Sei não… ando com a imaginação muito fértil!!!

  18. sonia Says:

    como eu disse lá —estou sem palavras.
    euq ue sou mãe de dois sei bem cada palavrinha do que ela escreveu….dos medos, das diferenças, do amor que só multiplica.
    Lindo demais oq eu ela escreveu

  19. Tri Says:

    Oie Lidiane,
    acredita que cheguei hoje no trabalho e uma de minhas colegas (gravidinha) me contou que o marido dela comprou um livro (Algum Dia – Peter. H Reynolds – Alison Meghee) essa semana para ela e a filhinha de 6 anos. Retrata um pouco do post da Cláudia e a realidade de se ter filhos…
    O livro é uma graça e me lembou o post da Claudia. So cute!
    beijo beijo
    Tri

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: