Móveis e objetos usados: lixo? Não. Doação? Sim.

O endereço do Bicha Fêmea agora é www.bichafemea.com, você vai dar uma passadinha por lá?

Você já se viu sem saber o que fazer com um móvel, eletrodoméstico ou qualquer outro objeto usado, depois de comprar algo novo? Pois este artigo no site Terra explica direitinho para a gente como resolver de forma fácil esse dilema.

Há quem ponha na rua, com um aviso num papel escrito “me leva”, e fica na torcida que alguém se apodere do objeto, ? Tenho um tio que já fez isso, colocou um sofá na frente de casa com uma placa assim, e felizmente levaram rapidinho… kkkkk… EmoticonHysterical

Mas vamos combinar que essa não é a solução mais adequada? Não é mesmo!EmoticonThumbsDown

E se não tivessem levado o sofá? Aquele móvel levaria sol e chuva na frente de casa, ele iria se desgastar, e alguém iria perder a chance de ter aquele objeto em condições menos deploráveis, hã?EmoticonEyebrow

Bichas fêmeas inteligentes como a gente resolvem essa questão de uma outra forma: doando, ora bolas! Onde? Deixa eu te contar. Há uma série de entidades, e até mesmo empresas, que a gente pode procurar a fim de resolver isso. Sabe a postura nada ecochata de que a gente já falou por aqui e aqui? Passa por isso também, bonita! Se você e eu tomarmos o cuidado de não jogar esses objetos no lixo, vamos ajudar a natureza, fazer bem ao próximo e resolver esse probleminha pessoal de maneira esperta, certo?EmoticonWink

Então, a partir de hoje, nada de jogar utensílios domésticos, livros, tapetes, roupas, etc. no lixo, está bem? E o melhor? Muitas das entidades que aceitam essas doações vêm na casa da gente, com hora marcada (óia!?), para retirar a doação. Nem isso é desculpa para não doar!EmoticonBigSmile

O que a gente doa é triado para separar o que poderá ser vendido em bazares por preços módicos. Não é bom? O que estiver muito acabadinho, é vendido como sucata. Para saber as áreas de cobertura desse tipo de serviço, digo, as áreas em que as instituições retiram as doações; ou ainda saber horário e marcação das retiradas, bem como os pontos onde você pode se desfazer de lixo eletrônico, segue abaixo a lista com nomes e referências de contato de quem realiza esse feito.

Casas André Luiz
A entidade realiza há 50 anos o Mercatudo, cujo dinheiro arrecadado corresponde a 40% dos gastos de assistência a 600 internos com doença mental.
www.mercatudo.org.br
Informações: 0800 7734066

Lar Escola São Francisco
Cinco caminhões saem diariamente para buscar doações. Venda corresponde a 31% do valor destinado a ajudar tratamento de pessoas carentes que tenham deficiência física.
Informações: (11) 5908-7899
www.lesf.org.br

Exército da Salvação
Donativos são classificados, consertados e avaliados para venda. Atende em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Joinville (SC), Pelotas (RS) e Suzano (SP).
www.exercitodoações.com.br

Museu do Computador
Recebe todo tipo de material de informática, jogos e telefones. São oito pontos de entrega, Na Grande São Paulo, eles estão localizados no ABC Paulista, Zona Norte, Zona Sul, Interlagos e Osasco. No interior de São Paulo, há um posto em Campinas. E, no Rio de Janeiro, em Jacarepaguá. É preciso preencher um formulário disponível no site http://blogdocurador.museudocomputador.com.br/?p=416
Informações: (11) 4616-2398

Comitê para Democracia da Informática
Recebe computadores que funcionam para serem reformados e aproveitado pela população carente. Atende todo o Brasil.
www.cdi.org.br
Informações: (21) 3546-6570

Rede Solidária Curitiba
Recebe e recolhe doações de móveis e roupas em toda Região Metropolitana de Curitiba. O dinheiro arrecadado com a vendas das peças é dividido para quatro entidades.
Informações: (41) 3049-1790
http://www.socorroaosnecessitados.org.br

Dell
Em parceria com a Fundação Pensamento Digital (FPD), a fabricante Dell desenvolve projetos sociais de inclusão em comunidades de baixa renda usando computadores doados.
www.dell.com.br/doeseucomputador

Nokia
Recolhe aparelhos e acessórios, inclusive de outras marcas. No site, basta clicar o Estado e a cidade para saber onde levar.
http://www.nokia.com.br/A4524104

Motorola
Desde 1999 tem o programa de reciclagem de baterias. No período, já reciclou mais de 150 toneladas do produto.
www.motorola.com

HP
Desde 2002 recolhe e encaminha baterias para a reciclagem. http://www.hp.com/latam/br/baterias/index.html

Porto Seguro
A companhia de seguros lançou a campanha de reciclagem de cartões de plástico, celulares e baterias. Após serem recolhidos em postos da empresa, os produtos são encaminhados para reciclagem. www.portoseguro.com.br

Assim não fica mais fácil resolver mais um percalço do dia-a-dia e, de quebra, ajudar a quem precisa? EmoticonWink

Ei! O artigo completo está aqui, ó!

Mais no Bicha

“Ecochato”? Que nada! Sustentabilidade séria e glamourosa…

5 dicas para ser “verde” sem ser “ecochato”.

Atualização I

Querem ver mais exemplos de posturas inteligentes diante dos objetos, seja na hora de doar ou na hora de reaproveitá-los? Dá uma olhada no que disse a Rejane neste post.

Atualização II

Eu nem poderia deixar de trazer para o corpo do post um alerta super pertinente que foi dado pela Denise, olha só:

“… Outra coisa que acho legal "alertar" é para que as pessoas doem roupas em condição de uso. Roupa limpa e possível de conserto. Já vi cada lixo sendo doado que acho o cúmulo da falta de consideração pelo outro. Se não serve pra outra pessoa usar, não doe. Certamente essa sim, será uma boa ação. A gente deve oferecer pelo menos o mínimo de dignidade  às outras pessoas, né?
E incentivo a doação…a nossa alma melhora, ajuda a controlar a bagunça de casa, a energia flui melhor e podemos fazer alguém feliz…”

É isso aí, Denise! Falou e disse!!!

Atualização III

Como nem tudo são flores, as críticas também têm espaço no Bicha. Então, tem reclamação e anúncio da Grazy. Olha só:

“Adorei as dicas… mas aqui no RJ é difícil! Tô com um armário pra doar há 3 semanas e o exército da salvação nunca vai buscar; já remarquei "n" vezes e nada… agora to entrado na fase do desespero… então… se alguém quiser ou souber… é um guarda roupa 6 portas com 6 gavetas! Rs”

É isso aí, Grazy! Bota a boca no trombone!

Advertisements

54 Respostas to “Móveis e objetos usados: lixo? Não. Doação? Sim.”

  1. Rejane Batista Says:

    Adorei seu post! Todos devem pensar assim! Recentemente postei algo sobre isso tb, dá uma olhada: http://casacorpoecia.blogspot.com/search/label/reciclagem
    Estarei sempre por aqui! Ba seman pra vc! BjOs.

  2. Carmen Celia Says:

    tenho uma geladeira para doar

  3. Claudia Medeiros Says:

    Certíssima! Acho super bacana doar, até porque eu adoro ir a estas insituições procurar coisinhas bacanas pra minha casa e sempre tem!

    beijos

  4. fatima Says:

    aqui em são paulo, quando tenho alguma coisa pra “descartar”, chamo o pessoal do lar escola são francisco. eles vêm no dia marcado, são ótimos!

    bj

  5. Anna Says:

    Eu sempre fiz isto, pois sempre posso ajudar aguém que precise mais.
    Bom início de semana.
    Beijos

  6. Isabel Says:

    Oi Lidiane, adorei as dicas deste post. Lá em casa quase não descartamos nada, vc já conhece, né? Mas nem tudo temos tempo e paciência para reciclar! Por exemplo, tenho planos de comprar um sofá novo, mais moderno. O meu está em ótimo estado então vou doá-lo sim. Outra coisa, meu computador jurássico está lá em casa num cantinho, parado. Até hoje não sabia o que fazer com ele, não tenho internet em casa ainda, e quando tiver vou precisar de um computador mais moderno. Vender está fora de questão, ele está muito obsoleto, e talvez não interesse para ninguém. E vender quase de graça, melhor doar para quem realmente precisa. Agora achei a solução. Vou lá no site que vc indicou e ver como posso passá-lo para frente, para quem precisa mais. Beijocas

  7. lidianevasconcelos Says:

    Oi, Rejane!
    Bom lê-la no Bicha. 😀
    Pois é, mas não é todo mundo que pensa que os objetos possam ser reaproveitados, agem no piloto automático e tudo querem colocar no lixo. Infelizmente há muita gente que das duas uma: ou é muito egoísta mesmo, ou completamente alheio as novas ideias e possibilidade. É uma pena. Mas são posts assim (sem pretensões, claro!) que, de repente, podem dar um “clique” num ou outro, não é?

    Vou lá ler o seu post. 😉
    Beijos, bonita!

  8. lidianevasconcelos Says:

    Olá, Carmen!
    Bom lê-la no Bicha. 😀
    Bom, vai dar para fazer alguém mais feliz se você buscar uma instituição para doar sua geladeira, né?
    Espero que pense nisso. 😉
    Beijos

    E não é, Claudia?
    Não custa nada doar. Se a pessoa não vai usar mesmo…
    Muito melhor para todos, para quem doa e para quem se beneficia da doação de alguma forma. 😉

    Beijos

    Ah, Fátima! Então você já está bem acostumada a fazer doações nessas instituições, não é? Ótimo! 😀

    Beijos

  9. lidianevasconcelos Says:

    Quem bom que doação do que não está em uso faz parte de tua rotina, Anna. 😀

    Bom início de semana para você também. 🙂

    Oi, Isabel!
    Ah, bonita! Já conheço o seu perfil e sei bem que você não jogaria nada no lixo, se não reaproveitasse (o que é a sua cara! :D), acharia uma solução. Fico feliz em saber que o post prestou algum serviço para você. Ao menos já é um ponto de partida para tentar localizar quem possa se interessar pelo seu computador usado, não é? 😉

    Beijos, bonita!

  10. Patrícia Pirota Says:

    Ai que post ótimo!!!
    Já anotei o nome da instituição daqui de Curitiba =)
    Aliás, ontem já separei umas roupinhas pra levar pra doação hoje.

    Eu tento reaproveitar tudo. Transformar em outra coisa. Faço mais gambiarras do que devia, mas assim acabo não jogando coisas fora. Como a caixa do meu monitor, que acabou virando uma mesinha… E super útil!
    E nem se trata de ser ecochata. Se trata de ter consciência. Se podemos fazer outra pessoa feliz com algo que não queremos mais, pra que diabos jogarmos no lixo?

    Ps: sobre o comentário lá no cafofo…
    Eu não acho que você está falando muito não! Por mim, você falaria mais e mais. Porque adoro seus comentários! Mesmo!

    Tenha uma ótima semana, Lidi!
    Bjão procê.

  11. Luma Says:

    Um excelente post de utilidade pública!!

    Quando tenho algo que não quero mais, sempre pergunto antes, para as pessoas mais diretas, se querem alguma coisa. Em geral, não sobra! Porque tenho vergonha de doar coisa velha, não no sentido de velho, velho, mas danificado ou com aparência ruim. As vezes conserto e dou para alguém que precisa. O que não tem conserto, vai mesmo para o ferro velho (eletrodoméstico ou qualquer coisa que contenha metal) – roupas dou para instituições aqui da cidade, livros para a biblioteca pública e por aí vai! Nunca jogo nada no lixo. Mas aqui é cidade pequena e tem muita gente carente, até mesmo os conhecidos e se morasse em uma grande capital, iria recorrer a sua listinha! Beijus

  12. Flávia Says:

    Oi Lidi!

    Quem tinha intenção de jogar alguma coisa fora, acabou de desistir não é mesmo?
    Seu post é mais um elo da corrente do bem!

    Bjsss e boa semaninha!

  13. Wlady Says:

    Oi Lidi!
    em todos os sentidos, doar é um gesto de amor! Acabo doando quase tudo que fica guardado por muito tempo sem uso em minha casa, principalmente roupas!
    Tem uma Entidade aqui na minha cidade que cuida de crianças com deficiências graves, quase tudo que era da minha filhinha foi doado pra lá, berço, carrinho, andador, cercadinho, …. Já doamos também cadeira de rodas que foi da minha vó. Algumas pessoas já disseram que poderíamos guardar caso alguém da família precisasse, mas pra que ficar guardando se naquele momento tem quem esteja precisando!
    Não tem como não se comover visitando o local!
    adorei o post
    bjk

  14. Aline Vachelli Says:

    Ahh!!! Aline também aceita doações!!!kkkkkkkkk
    Mas de móveis antigos…hahahaa… sou uma rata de brechós e antiquários, adoro móveis antigos (o que é diferente de velhos e caindo aos pedaços..)
    Esses dias quase catei uma cadeira lindona que estava na calçada em frente a um prédio… dei bobeira e fiqei com vergonha, me arrependi depois! =P
    beijoss Lidi…

  15. Veronica Cobas Says:

    Lidiane,

    Tudo a ver seu texto e a defesa de uma ideia que significa, em outras palavras, um gesto de humanidade. Com os que precisam, com nós mesmos e com a natureza. Porque é esse olhar mais amplo que permite qualquer pensamento em direção à desenvolvimento sustentável. Não…não sou uma ecochata. Acho apenas que esses temas pertencem a todos nós e somos nós que faremos dele ações ou fantasia. E esse conceito de doação continua sendo para mim um principio de vida. Não apenas de bens materiais, mas fundamentalmente de mim mesmo. Quando mais pensar generosamente em relação ao próximo, estarei oferecendo a mim mesmo o bem do pensamento humanista.

    bjsss. Vê

  16. Katia Bonfadini Says:

    Lidiane, amei seu post de hoje. As dicas são ótimas porque muita gente não sabe que existem instituições que aceitam doações e vão recolhê-las na casa do doador. Eu só conhecia mesmo o Exército da Salvação. Já anotei os endereços do Rio! Beijão!

  17. Milena Says:

    Nossa adorei as dicas.Estava procurando para doar as baterias dos celulares,tenho já várias pela casa,procurando asilo,mas não as jogo no lixo.Aliás,guardei anos pilhas usadas e os daqui de casa perguntavam-me,lógico com sarcasmo!para o quê eu as queria,até que um dia,em uma olimpíadas de matemática,um dos desafios para o grupo de meu filho era levar o maior número de pilhas usadas.Adivinha quem ganhou?Pois é,de mãe maluca para mãe heroína em poucos minutos.Bjs,

  18. Fla Says:

    Ai menina, você é tudo de bom.com.br!
    Adorei as dicas!
    =D
    Beijokas,
    Fla

  19. Rose Says:

    Oiii Lidiane, quando você falou em sofá…uns amigos do filhote na facul compraram um sofá novo e não sabiam o que fazer com o velho colocaram num terreno baldio na frente da kit sem o cartaz do seu tio…ficou dias lá e ninguém levou então eles fizeram uma fogueira…afff…dei a maior bronca acha atear fogo num objeto no meio do nada pensa só no estrago que iam causar…hihihihihi

    Mas tenho várias coisas guardadas desde revistas, livros, lista telefonica, celular (vixi tem 3) baterias, maquina fotografica e agora tenho quase que um computador inteiro…tem monitor, teclado caixa de som etc…além de placa de memória, antena, modem…ta tudo aqui incomodando como moro numa cidade pequena 10.000 habitantes…ninguém quer…liguei na escola, na creche…to esperando alguém se pronunciar…:(
    Meus cobertores (todos são alérgicos aqui em casa, menos eu rs) esse sim consegui doar e comprei edredons gostosinhos…
    Ah daqui a pouco vou ter cama, armário etc e talz…meu quarto tá quase pronto…
    lembra aquele que você também quer…de MDF só não achei na mesma cor MAPLE pro painel da cama…
    Mas hoje quando fui na loja comprar o acabamento…tinha chego…quase fiquei doida agora já comprei e já cortaram nem tem como trocar…snif snif…
    Mas ta ficando bonitinho…to brigando com o marido por causa da cor da parede…lembra que ele não gosta de colorido…kkkkk ta a maior festa aqui ele quer branco (pra variar) eu quero bronze….hihihihihi mas eu vou ganhar com certeza…
    Bjinhus!!!

  20. lidianevasconcelos Says:

    Luma, que bom que você tem uma postura consciente com os objetos que não usa mais. É como sempre se diz, que bom seria se todos agissem dessa forma. 😉

    Beijos

  21. Denise Says:

    Oi Lidiane!

    Post de utilidade pública, muito bom! Olha, sou a favor do desapego em relação a tudo. Esse negócio de guardar porque “um dia” posso precisar não funciona comigo. Acaba virando tralha, enquanto poderia ser útil pra um monte de gente.
    Outra coisa que acho legal “alertar” é para que as pessoas doem roupas em condição de uso. Roupa limpa e possível de conserto. Já vi cada lixo sendo doado que acho o cúmulo da falta de consideração pelo outro. Se não serve pra outra pessoa usar, não doe. Certamente essa sim, será uma boa ação. A gente deve oferecer pelo menos o mínimo de dignidade às outras pessoas, né?
    E incentivo a doação…a nossa alma melhora, ajuda a controlar a bagunça de casa, a energia flui melhor e podemos fazer alguém feliz.
    Beijinhos

  22. Denise Says:

    Ops, passível de conserto.

    P.S: outros lugares para doações são as casas espíritas sérias. Só procurar no site da Federação Brasileira Espírita. 😉

  23. Rejane Batista Says:

    Que fofinha! Adorei esse “bonita”.
    Ameeei a atenção que me deu! Fiz meu blog tem 2 semanas e aos poucos vou postando outras coisitas mais… Adorei vc ter me linkado, é uma força pra mim. Seja bem vinda sempre e não precisa bater pra entrar. Eu já tô dentro! *rs.
    BjOs e ótima semana pra ti.

  24. Lidiane Vasconcelos Says:

    Oi, Patrícia!
    Fiquei feliz de saber que o post serviu, de forma prática, para você. 😀
    E sobre a mesinha, é por aí mesmo. Eu também invento novos usos com embalagens que sirvam para uma outra coisa. Acho importante reutilizar. E doação de livros, brinquedos e roupas já faz parte da minha vida desde a idade da pedra… kkkkk…

    Ótima semana para você também, bonita!

    Oi, Flávia!
    Obrigada pelo elogio ao post. 🙂
    Beijos!

    Oi, Wlady!
    Quando você mencionou a postura de algumas pessoas diante das suas doações, que ficaram preocupadas com o “se” alguém da família precisar, fiquei pensando daqui o quanto muita gente fica preocupada com a situação hipotética. Mas também achei legal você atenta mesmo é com a situação real, ou seja, você não estava usando as coisas, e tem gente que precisa daquilo. Ponto para você. 😉

    Beijos, bonita!

  25. Lidiane Vasconcelos Says:

    Tá bom Aline, se eu souber de alguém com móvel antigo (velho não!) para doar te aviso, beleza? …kkkkk…

    Beijos

    Oi, Vê!
    Adorei a forma como você analisou e procurou mostrar o quanto podemos todos (quem doa e quem recebe, e a natureza) ganhar num processo de doação. Você faz a gente enxergar que há muito mais envolvido nisso tudo, e o quanto a longo prazo podemos avoluir a partir de gestos tão simples. Obrigada. 🙂
    Beijos

    Oi, Kátia!
    Bom saber que o post serviu para você de forma prática. 😉
    Beijos

  26. Cláudia Ramalho Says:

    Lidi, vc sempre antenada e politicamente correta!
    Adorei o post.
    Obrigada pela passadinha no meu blog. Estou descarregando as malas e já tô de partida sexta-feira pra sua terrinha (Pernambuco). Vamos a Recife levar as meninas ao zoológico, ao Instituto Brennand, à Olinda e passear de barco pelo Capibaribe.
    Um beijo grande para vc!

  27. Lidiane Vasconcelos Says:

    Oi, Milena!
    Eita, você atirou no que viu e acertou no que não viu quando resolveu guardar as pilhas sem saber direito o que fazer com elas, né? Ponto pra você, bonita! 😀

    Beijos

    Oi, Fla!
    Que bom que gostou das dicas do post.

    😀

    Beijos, bonita!

    Oi, Rose!
    Mulher, do céu! Daqui a pouco tu vai ter uma casa inteira para doar! Danou-se!!!

    Ei, se era para tocar fogo no sofá, antes tivessem tido a ideia do meu tio de colocar a placa, né? Quem sabe com o “me leva” não fosse mais estimulante? …ehehehehe

    Ah! Lógico que me lembro do quarto! Inclusive já estamos com hora marcada para esta Quarta á tarde, o marceneiro vem tirar medidas e passar orçamento. Tanto do quarto quanto do escritório. Vamos saber o tamanho da “facada” e vamos para a ponta do lápis para ver se faremos tudo agora ou não. E depois me conta a saga da escolha da cor da parede? …ihihihihih…

    Beijos, bonita!!!

  28. isabela Says:

    Oi querida, como sempre arrasando nos posts. Beijos mil,
    Isa

  29. sonia sousa Says:

    eu sou incapaz de por coisas ao lixo assim por por…..roupa dou a uma instituíção aqui próxiam- em BOM ESTADO -faço minhas as palavras da denise.livro …sou sincera fica dificil me desfazer deles-mas tenho alguns para amndar para uma associação tb que está a fazer a recolha-e móveis…nunca aconteceu mas acredito que inventaria novo uso antes de pensar me desfazer.
    Este é um excelente post…se pusermos as coisas a circular haverá bem menos lixo

  30. Beta Says:

    Lidi, esse post tem tudo a ver com o que eu penso!
    O primeiro post da serie ” Atitudes que fazem a diferença” lá no CRTVS foio sobre meio ambiente. Bem focado em residuos… pq esse assunto me atrai, me instiga. O proximos sera sobre solidariedade e seu post é sobre isso!!
    Eu não jogo nada fora sem antes tentar doar! Sou ruim de vender e prefiro repassar pra alguém que possa fazer uso daquilo que pra mim não serve mais. Isso inclui meus órgãos e já deixei avisado a todos!!
    Adoro essas iniciativas! Acho que é nossa responsabilidade e obrigação, já que de alguma forma temos o “poder” da comunicação por aqui.
    ADOREEEEI!!
    Sem contar que me ajudou com a dica da DELL, tô com coisas de computador em casa sem saber o que fazer!
    Parabéns!
    Bjks, Beta

  31. Lidiane Vasconcelos Says:

    Eita, Denise!
    Você falou e disse no seu comentário, que foi totalmente pertinente quanto ao detalhe de estarmos alerta ás condições do que vamos doar. Lógico, levei para o corpo do post né, bonita! 😉

    Beijos e obrigada!

    Ô, Rejane! Imagina agradecer por atenção? Por nada… 😉
    Cheguei a dar uma olhada no seu blog todinho, e vi que ele é novo mesmo. Quero que da minha parte você se sinta muito bem vinda na blogosfera, e no Bicha você pode se sentir bem a vontade, viu?

    Beijos!

    Oi, Claudia!
    Bom que tenha gostado do post. 😀
    Ai que vontade de ir a Recife também. Mas tudo tem seu tempo, e o meu vai chegar. 😀
    Já estou com viagem agendada e passagem comprada para passar férias lá. E vamos a todos os lugares que você vai, que é para matar as saudades. 🙂
    Aproveite Recife, ela é linda!
    Beijos!

  32. Grazy Says:

    Adorei as dicas… mas aqui no RJ é difícil! Tô com um armário pra doar há 3 semanas e o exército da salvação nunca vai buscar; já remarquei “n” vezes e nada… agora to entrado na fase do desespero… então… se alguém quiser ou souber… é um guarda roupa 6 portas com 6 gavetas! rs
    Bjs!

  33. Lidiane Vasconcelos Says:

    Oi, Isabela!
    E você, como sempre, muito gentil. 😀
    Beijos!

    Pois é, Sonia. Jogar tudo, absolutamente tudo que não está em uso fica até feio hoje em dia. É preciso ser muito alienado para ter uma postura dessas. Humpf! 😦
    Beijos

    Oi, Beta!
    Que bom que gostou do post, bonita!
    E que bom que ele te ajudou de forma prática com a dica da Dell, né?
    Pois é, até com os orgãos também sou aberta a doação. 😉
    E com objetos? Mais ainda! E foi muito bom constatar, através dos comentários no post, que muita gente pensa como eu. E espero sinceramente que quem não haja assim, que possa ser “tocado” e mude de atitude. 🙂

    Beijos, bonita!

  34. Lidiane Vasconcelos Says:

    Oi, Grazy!
    É, parece que nem tudo são flores e ás vezes há “bug” no sistema, até mesmo no de doações, não é?
    Mas, oh! Vou colocar seu “anúncio” no corpo do post. Quem sabe, né?

    Beijos!

  35. yvone Says:

    Lidiane
    Que belo post você fez. Explicando, sugerindo como doar e ainda informando todos os locais…Isso é relamente muito útil.
    Como vc. sabe eu não jogo nada dessas coisas no lixo, ou reciclo, ou encontro quem queira, ou chamo André Luiz.
    Quando vejo nas caçambas de rua móveis, e restos de coisas boas (como sobra de carpete novo que peguei um pedaço dia desses) no lixo, fico com muita raiva de quem jogou (além de dar uma trabalheira enorme para os pobres garis) é falta de consideração descartar as peças grandes, portas, dentre outros materiais com tanta gente sem teto.
    Parabéns amiga
    bjks

  36. lidianevasconcelos Says:

    Yvone

    Sei sim que você é do tipo que tem consciência a respeito de muita coisa, sobretudo quanto a reutilização de materiais. 😀
    Você é uma inspiração, com suas atitudes ecológicas, para muitas de nós nessa blogosfera. 😉

    Fiquei feliz em sentir que você gostou e aprovou o post.
    Beijos!

  37. Fabiana Says:

    Dica boa, em bicha! 🙂 Já tinha lido, ou visto, uma reportagem, não me lembro mais onde, do Exército da Salvação, mas esta lista tá a própria salvação! 🙂 Conheço pessoas que não jogam fora nem doam, vendem! Vendem até a mãe, se duvidar! 🙂 Lá em casa fui acostumada a doar sempre, minha mãe é super desapegada ao material, até demais a vezes, ficava danada qd ela dava coisas minhas que ainda nem tinha usado direito! 🙂 Mas em compensação sempre tive bloqueios com vendas, decididamente sou péssima vendedora. Estou tendo q mudar isto agora pois estou investindo nos meus trabalhinhos, mas tá difíiiicil de divulgar e vender! Sou bem envergonhada p/ ir “batendo de porta em porta”, sabe? Gosto mesmo é de conhecer as pessoas, me comunicar, dividir meus conhecimentos… Sei lá, vamos ver se dá certo este meu novo trabalho. Mais, beijão e parabéns pela iniciativa em abordar este tema e dar soluções.

  38. Lidiane Vasconcelos Says:

    Fabiana

    Sabe que não acho de todo ruim quem vende objetos usados? Ás vezes a necessidade obriga, ou é mesmo uma escolha pessoal e eu respeito. O que definitivamente não acho legal é jogar no lixo algo que pode ser reutilizado por alguém, digo, que esteja em bom estado. Neste caso se a criatura não quer, por que não doar? 😮
    Fico feliz que tenha gostado do post. 😉
    Sobre a aptidão para vendas, concordo que não seja algo fácil de desenvolver. Já trabalhei com vendas antes e me atentava ao fato de mostrar o produto sem ser agressiva na abordagem. A fronteira entre uma postura e outra é bem fininha, e sem cuidados a gente acaba atravessando ela fácil, fácil. Boa sorte nesta nova fase. 😀
    Beijos

  39. marcelo Says:

    gostaria de saber onde posso comprar moveis usados em curitiba?????

  40. lidianevasconcelos Says:

    Olá, Marcelo!
    Eu não moro em Curitiba, então não conheço nada sobre essa cidade. Saberia tanto quanto você, se fizesse uma boa busca na web. Você já tentou isso? 😮
    Obrigada por sua vista ao Bicha.
    Abraço!

  41. alzeni Says:

    olá! me separei deixei tudo para traz em busca de um ouco de paz. tenho tres filha lida!!!!!!!!!!!!!!!!!! que estão ausente de mim, motivo; não tenho conforto para oferecer, (lagrimas) aluguei um ap mas estar completamente vazio já com o minimo de conforto poderei ter minhas filhotas asim o cocelho tutelar não questionarar a respeito. por favor! aquem poder atenda o apelo de uma jovem mae aflita que muito pouco vive por falta de suas princesas , melany, vick, ashlely. moro atualmente em Olinda PE na rua professor agamenon magalhaes- bairo vila poupular n°603 obs: andar de cima meu fone 81 87403809 obs: a ashley tem 06 anos e especial. que nosso Deus lhe mostrem o caminho…………….. obrigada!

  42. lidianevasconcelos Says:

    Olá, Alzeni!
    Desejo sorte a você, que seus problemas e sua vida tomem um rumo menos árduo. Obrigada pela visita ao Bicha Fêmea.
    Abraço.

  43. Adriano Says:

    Ola meu caro Amigo.
    Obrigado pelas postagens. Foram de grande valia.
    Te desejo tudo de bom. Um forte abraço e continue assim
    auxiliando todos nós até breve.

  44. lidianevasconcelos Says:

    Olá!
    Bom, sou mulher tá… 🙂
    Volte sempre que desejar. 😉
    Até mais!

  45. Ana Paula Says:

    Adoreeeeeei o Blog

    era o que eu precisava 🙂

  46. Andressa Says:

    Gentee estou doando um sofá cama em bom estado,só precisa de uma limpezinha,mas não tem nenhum rasgado nem nada,só está empoeirado mesmo.
    Quem quiser tem q vir buscar,moro no Catumbi,perto do centro do Rio de Janeiro.Mas é urgente,pq tá ocupando espaço aqui em casa.
    Meu e-mail adiasaguiar@bol.com.br
    Bjs!

  47. ana Says:

    oi meu nome eh ana sou de campinas,e preciso UUURRGGEENTE que alguem fosse na minha casa antiga buscar dois sofas para doação(um sofa-cama e outro sofa) duas sapateiras…estou entrando em contato com vcs pq sei que pode ser util para alguem mas precisava que alguem fosse buscar isso hje,pois estou entragando as chaves da casa hje….por favor entrem em contato (19)92905755 agradeço desde jah

  48. dino soares Says:

    oi sou pai solteiro tenho uma filha que mora com migo e estou precisando de todos os tipos de moveis,material escolar. no momento estou desempregado.muinto obrigado a todos que puder fazer qualquer tipo de doação aceitrei de coração.

  49. M. de Lourdes Says:

    Tenho um sofá de 3 lugares para doar, em bom estado. Vila Pompéia-São Paulo

    • lidianevasconcelos Says:

      Oi, M. de Lourdes!
      Seja bem vinda ao Bicha Fêmea!

      O comentário que você deixou sobre o sofá que tem para doar foi deixado no blog que já não está mais sendo atualizado por mim. Atualmente, o post sobre doações está recebendo várias visitas e comentários em outro endereço, bem aqui: http://www.bichafemea.com/2009/06/28/moveis-objetos-usados-doacao/

      Sugiro que você deixe seu comentário neste novo endereço porque as chances de alguém ler o seu recado são muito maiores. Deixe informações de contato também, como número do telefone ou seu e-mail no corpo da mensagem. Isso facilita bastante.

      Se quiser acompanhar cada novidade que aparece no Bicha Fêmea, você pode assinar e receber gratuitamente em seu e-mail clicando aqui: http://feedburner.google.com/fb/a/mailverify?uri=blogbichafemea&loc=pt_BR

      Beijos,
      Lidi

  50. Elisabete Rodrigues Says:

    Oi!! Adoro móveis antigos, gostaria de saber onde posso comprar no Rio de Janeiro estas doações.

    Beijos!

    Bete

    • lidianevasconcelos Says:

      Oi, Bete!
      Bem vinda ao Bicha Fêmea!
      Você deixou seu comentário num blog que não atualizo mais. As atualizações agora acontecem em outro endereço: http://www.bichafemea.com

      Sobre sua dúvida a respeito de onde comprar móveis antigos no Rio de Janeiro, não tenho essa informação para você. Mas acredito que com tempo e paciência, uma busca no Google pode te dar essa resposta. Lamento por não poder ajudar, e boa sorte na sua busca!

      Se quiser acompanhar cada novidade que aparece no Bicha Fêmea, você pode assinar e receber gratuitamente em seu e-mail clicando aqui: http://feedburner.google.com/fb/a/mailverify?uri=blogbichafemea&loc=pt_BR
      Beijos
      Lidi

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: