Feminilidade: a essência de uma “bicha fêmea”.

Este blog mudou de endereço para WWW.bichafemea.com     >>>>> passa lá!

Usar maquiagem, estar atenta a boa forma física, gostar de cuidar da casa e de quem se ama com mimos e delicadeza… isso se parece com o que conhecemos ser manifestações da feminilidade, não? E é mesmo.

É natural, é nosso, surge de um jeito que a gente nem percebe. Aceitar essas características com o prazer de ser mulher faz a gente se sentir ainda mais bonita e feminina, não? 

Quando penso que quase deixamos isso morrer quando quisemos conquistar nosso espaço; que vacilamos ao insistir na masculinização de nosso comportamento por achar que somente assim é que teríamos respeito e reconhecimento como pessoas detentoras de direitos, é que me questiono: o que tem a ver “alhos com bugalhos”? clip_image001

galegalenvintage.com Não precisa a gente ser quase homem para fazer valer nossos anseios não é, minha gente? Acredito que nos equivocamos nesse sentido. Nós somos biologicamente diferentes dos homens, não somos? Não parece natural que também tenhamos interesses diversos, ou que olhemos tudo ao nosso redor de forma diferente? E isso quer dizer que a manifestação de feminilidade seja demonstração de fraqueza? Absolutamente! É apenas diferente.

Neste dia internacional da mulher, gostaria de fazer um convite a pensarmos que somos importantes para o desenvolvimento da sociedade; temos nosso papel e ele é fundamental; e merecemos ter nossos direitos respeitados sempre. Mas para sermos respeitadas, não precisa a gente vestir uma carapuça masculina e deixar de lado o que de mais feminino estiver em nossa essência, hã?clip_image001[4]

Só para a gente rever se não estamos esquecidas, vamos elencar juntas algumas dicas sobre como manter essa feminilidade latente e mais viva do que nunca?

galegalenvintage.com 1 – Embora a penteadeira (um tipo de “santuário” da beleza nos dias de antigamente) não esteja presente nos dias de hoje, nada impede de a gente dar esse status a um cantinho de nosso quarto, não? Escolha um lugar para reunir algum pote de creme mais usado, seu pente ou escova preferida, seu perfume de todo dia, seu porta-jóias (ou bijou clip_image001[6]) e algum bibelô, para você desfrutá-lo (aquele espaço)como que se encontrando com sua essência feminina, que desde sempre esteve ligada ao apreço pela beleza e cuidados pessoais.

2 – Escolha um bloco ou caderno bem bonito, ou ainda customize um, para colocar ali algumas receitas e deixá-las a mão lá na cozinha. Não há necessidade de tudo o que você tem registrado no computador ser jogado fora, claro! Mas resgatar o caderno de receitas não parece uma volta a um pouco do que ficou para trás junto com o prazer de cozinhar para quem a gente ama como quem quer apenas fazer um agrado? Tente esse exercício… clip_image001[8]

galegalenvintage.com 3 – Faça um carinho a você e a sua família arrumando a mesa para as refeições. Tente evitar que cada um vá para cada lado. Ainda que usando o básico, monte a mesa para a refeição e exerça o seu poder feminino de agregar e criar um ambiente de harmonia em família.

4 – Arrume a cama com o cuidado de abrir as janelas e deixar o ar entrar, perfume os lençois, disponha almofadas sobre a cama. Crie um ambiente cheio de cuidado e feminilidade… deixe sua presença ali.

5 – Use decotes levemente perceptíveis. Prefira a sutileza feminina da insinuação a previsibilidade da exposição.

Um “viva” a todas as mulheres!!! Viva!

Diz aí, quais dicas você daria para a gente dar mais espaço a atitudes femininas e delicadas?

Atualização

Meninas, já surgiu uma dica simples e bacana de exercício da feminilidade recheada de amor aos nossos. A Kinha sugere e garante que surte um excelente efeito deixar bilhetinhos com recados mimosos para os nossos queridos em lugares estratégicos: carteira, caderno, gaveta, etc. Vamos aplicar? clip_image001[1]

Obrigada, Kinha!

Advertisements

25 Respostas to “Feminilidade: a essência de uma “bicha fêmea”.”

  1. Keka Says:

    Noooooossa, que post mais que bacana Lidi!!!
    Adorei as dicas, mas a que mais me encantou foi a última!
    Eu vivo dizendo isso! E fazendo tb! Por que não?!
    Acho a mulher tão vulgarizada hoje em dia! Cada coisa que a gente vê, né não?? Estão banalizando….
    Um beijo! Bom fim de semana!

  2. lidianevasconcelos Says:

    Keka
    Fico feliz que você tenha gostado. 😀
    E sobre as mulheres se exporem demais, é a mais pura verdade não é? Depois como que a gente vai reclamar que os homens não nos respeitam?
    Não gosto de vulgaridades e gente muito dada, nem homem nem mulher. E não é puritanismo não, é que acho uma besteira quem age assim porque “entrega logo o ouro”, sabe como é? Que graça tem isso? Eu, hein…

    Beijos

  3. Ju Says:

    Oi Lidiane,
    É isso ai! temos que continuar conquistando e mantendo o nosso espaço sem que ele deixe de ser feminino!

    PS: te mandei um e-mail.

    beijos

  4. lidianevasconcelos Says:

    Pois é, Ju…
    Nada a ver a gente querer ser “fortona”, “muralha”, etc. para fazer valer o direito e o respeito que é nosso por questão lógica somente por sermos cidadãs, não é?

    Beijos

  5. Kinha Says:

    EI Lidiane, gostei muito disto, pois acredito que os pequenos detalhes fazem as grandes alegrias. As dicas 3,4 e 5 são bem presentes em minha vida.
    Eu também gosto muito dos bilhetinhos charmosos, carinhosos, espalhados pela casa, carteira dos entes queridos, cadernos e por aí vai.
    É muito gostoso agente ler um destes. De repente, num dia agitado, vc abre a gaveta procurando algo e zaz… um dengo em forma de palavras que tem o dom de mudar o humor e suavizar o dia 😉
    Feliz dia das mulheres pra vc também.
    bj

  6. lidianevasconcelos Says:

    Oi, Kinha!
    Bom ter você por aqui. Adorei sua visita e queria dizer que você é muito benvinda, viu?
    Pois é, menina. Não é bom esses carinhos?
    Eu adorei suas dicas e já vou colocar no post. Isso me fez lembrar o que fazemos o meu marido e eu de vez em quando: depois do banho, quando o espelho fica embaçado por causa do calor, a gente escreve ou desenha algum mimo lá. Quando o próximo vem e toma banho, a mensagem aparece. É um mimo que surte um efeito tão bom…

    Beijos e volte sempre!

  7. Isabela Kastrup Says:

    Oi queridíssima, voltei!! Mas infelizmente não poderei mais me dedicar tanto aos trabalhos bloguísticos como antes. Minha vida tá corrida, corrida, ando sonhando com um tempo para me cuidar mais, fazer essas coisas de mulher que tanto amo. Quanto ao post, como sempre delicioso de ler. Parabéns!!

  8. lidianevasconcelos Says:

    Oi, Isabela!
    Bom, só espero que você encontre um ponto de equilíbrio no corre-corre, viu?

    Beijos.

  9. KAROLINE Says:

    LINDO!
    VIU, LOGO TENHO NOVIDADES PRA VC!!!!
    BEIJINHO

  10. Margaret Says:

    Ja me atualizei de tudo (uns 4 posts). adorei todas as dicas. um beijo grande e parabens pelo seu dia.

  11. Lúcia Says:

    Oi!
    É bem verdade tudo que vc disse, amei as dicas! Bjins

  12. lidianevasconcelos Says:

    Karol, Margaret e Lúcia

    Obrigada pela apreciação.

    Beijos a todas.

  13. Raissa Says:

    Essa dica da Kinha me lembra quando eu era mais nova, eu e uma amiga brincávamos de achar o ‘tesouro’, ou seja, nós escreviamos bilhetinhos e colocávamos em diversos lugares da casa, um indicando onde o outro está, por exemplo: vá até o banheiro (mas vc pode encrementar mais, dizendo tipo assim: encontre-me na menor parte da casa, e aí quando ele for até lá, vc pode por outro bilhete dizendo: ainda não, o que vc vai fazer pra merecer a surpresa? pense bem, até achar a próxima dica [aí vc pode por num lugar especial, em que ele sempre vai lembrar de vc])…

    Acho uma ótima brincadeira, pena que nunca mais fiz ;~

  14. lidianevasconcelos Says:

    Raissa

    Que brincadeira massa! Achei empolgante só de ler a descrição. Isso me lembrou a tradição que há nos EUA onde as crianças têm que achar os ovinhos de páscoa (na verdade ovos de galinha que foram pintados pelos pais e são escondidos por eles também) que foram escondidos pelo “coelhinho da páscoa”…ehehehehe

    Hoje já fiz a sugestão do bilhetinho…coloquei na carteira do marido um post-it com um recadinho…quando ele abrir vai ter a surpresinha…ehehehe

    Beijos

  15. Raissa Says:

    Lidi, já ouvi falar desse esconde-esconde de ovinhos, mas acho que seria mais interessante fazer com aqueles ovinhos pequetitinhos que tem pra vender na época da páscoa, porque eles são de chocolate e fáceis de esconder… e pensando bem, na páscoa, pode-se fazer uma brincadeira com esses ovinhos e no fim pôr o ovo grande, como sendo o tesouro, ou quem sabe, se a pessoa for mais ousada, ela mesma se dá de presente x)

  16. Lidiane Vasconcelos Says:

    Raissa

    Lá nos EUA, que é onde tem essa brincadeira que eu citei, não tem ovos de chocolate. Deveria ter, porque aí a brincadeira ficava mais divertida para a criançada, né? Mas por outro lado, é cultural. É como eles brincam e não mudam para que seja de outra forma…

    Mas a gente bem que poderia adaptar um negócio desses por aqui também, colocando os ovinhos pequenininhos de chocolate como iscas (que seriam devidamente comidas tão logo fossem achadas) e com pistas para achar o avão grandão gostosão…ehehehehe

  17. Anna Says:

    Adorei este post também!
    Tem selinhos para você
    Beijos

  18. Lidiane Vasconcelos Says:

    Anna
    Já vou correndo buscar o selo.
    Obrigada e beijos.

  19. Debora Says:

    Olá!
    Obrigada pela visita no meu cantinho e pelos recadinhos.
    Olha e não é que vc tem razão, no que se refere a imagem que postei no blog e o seu post?!
    Quero te parabenizar pelo texto.
    Ultimamente, devido a correria diária esquecemos destes pequenos detalhes, que fazem grande diferença.
    Eu, por exemplo, não ando tendo uma vida com qualidade.
    Trabalho muito e acabo ficando sem ânimo para dar todos estes toques femininos. E isto me deixa muito triste.

    Bjão

  20. lidianevasconcelos Says:

    Oi, Débora!
    Obrigada pelo elogio ao texto.
    Espero que você consiga, nem que seja aos trancos e barrancos, tempo para exercer um pouco mais sua feminilidade…
    Eu me esforço para conseguir isso, e gosto muito da sensação que esse exercício dá.

    Beijos

  21. Bicha Fêmea em Foco « Bicha Fêmea Says:

    […] da Janice. Quando entrei no blog e me deparei com o layout dele, já me veio a cabeça a ideia de feminilidade. A “carinha” do blog deixa essa espécie de encantamento no ar, e também os posts de Janice, […]

  22. Andrea godoy Says:

    Muito legal seu post, são idéias assim que fazem a diferença.
    Ser independente não tem nada haver com deixar de ser feminina, essa é a nossa essência é quem somos e não pode ser esquecido.

  23. lidianevasconcelos Says:

    Pois é, Andrea. Acho mesmo que não tem nada a ver a mulher confundir feminilidade com fraqueza, e por isso querer parecer com um homem na forma dele de encarar a vida, associando masculinidade com força ou presença de espírito superior. Eu, hein!?

    Obrigada por sua visita. 😀
    Beijos

  24. Fabiana Correia Says:

    Lidiane, vc está certíssima, e esse assunto de feminilidade é mais amplo do que conseguimos imaginar. Exatamente como vc falou na sua última dica, o que vemos há toneladas por ai, é o vulgar dando passagem ao feminino, ao bonito, ao belo, que tenho certeza, é muito mais apreciado.

  25. Lidiane Vasconcelos Says:

    Fabiana

    Quisera fosse assim, que a feminilidade estivesse aflorada na mulher e a vulgaridade fosse algo do passado. Parece que o vemos por aí é totalmente o contrário, infelizmente…

    …humpf! 😦

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: