Da higiene e boa conservação dos alimentos: porque somos divas-do-lar espertas. ;)

O endereço do Bicha Fêmea agora é www.bichafemea.com, você vai dar uma passadinha por lá?

Esta semana o marido sofreu bastante com uma diarréia, coitado! Há um mês, mais ou menos, ele já tinha sofrido outra.clip_image001

Puxamos pela memória e “pimba”! Eis que nos lembramos que tanto na penúltima como nesta última vez ele comeu na mesma lanchonete perto de casa. Muito provavelmente, foi lá que ele se contaminou. clip_image001[4]

O fato é que comer fora de casa realmente aumenta os riscos de a gente ser premiado nesse sentido, mas sem querer a gente pode, dentro de casa, facilitar a contaminação. E é porque estou calejada de ver o marido sofrendo ao reinar no trono (é, naquele mesmo…clip_image001[6]) que acho que informação nunca será demais no sentido de garantir uma alimentação boa, saudável e muito bem cuidada.

Lendo esta matéria no site “atmosfera feminina” revisei a lição de casa da boa higiene e conservação dos alimentos. Bora rever juntas????clip_image001[8]

1 – Carnes e ovos são o tipo de alimento onde a bactéria Salmonella é mais abundante. Então, precisamos cozinhar bem as carnes bovina e de aves, e nada de ovo com gema mole, hein?clip_image001[10]

2 – Já nos alimentos enlatados e em conserva (pickles, palmito, milho, ervilha, patês) fica a bactéria Clostridium. Então, não devemos comprar latas estufadas ou amassadas. E ainda, temos que verificar (sempre) a data de validade dos produtos, certo?clip_image001[12]

3 – A bactéria Estafilococos está na superfície da pele da região do nariz e em machucados. Então temos que ter muito cuidado ao manusear os alimentos se a gente estiver com algum ferimento porque os alimentos podem ser contaminados dessa forma. Além do mais, não é aconselhável a gente ficar de “trololó” quando estiver preparando algo porque a saliva também pode contaminá-los (os alimentos).clip_image001[14]

Há alguns outros cuidados que podemos (e devemos) tomar em casa para que tudo esteja nos conformes:

ny-image1.etsy.com A – Cozinhar bem os alimentos;

B – Lavar frutas, verduras e legumes um a um em água corrente e depois fazer a desinfecção com hipoclorito.

C – Não descongelar os alimentos em temperatura ambiente, mas na geladeira;

D – Tirar o alimento cozido da panela e transferir para outro recipiente para então armazená-lo na geladeira;

rlv.zcache.com/lilac_retro_50s_housewife_in_the_kitchen_magnet-p147324983488313000qjy4_400.jpg Há mais dicas na matéria sobre detalhes a serem verificados quando vamos comer fora, mas pessoalmente já acho mais complicado a gente entrar na cozinha de uma lanchonete, por exemplo, para verificar alguns itens de higiene. Mas é sempre bom saber um pouco mais, não é? Então está aqui a matéria completa para sua informação.

 

Informe-se! clip_image001[16]

Atualização 1

Meninas, a Yvone disse que não costuma checar a cozinha do restaurante que frequenta. Ela vai no local por indicação e pronto. Compartilho dessa opinião, apesar de já ter visto e lido orientações em contrário. Mas, acharia tão estranho chegar num restaurante e pedir para ver a cozinha…clip_image001[1]

Diz aí, alguém discorda e faz isso?clip_image001[3]

Atualização 2

Meninas, o Bicha Fêmea abriu espaço para a informação e debate a respeito do que pode provocar a contaminação dos alimentos pelo mau manuseio ou má conservação deles. Vale incluir aqui, como informação adicional, o que foi mostrado no JORNAL HOJE de hoje. A Rose lembrou bem que foram mostradas na matéria daquele jornal dicas de como evitar a contaminação através de medidas de higiene na cozinha. A matéria está aqui e vale a pena ler.

Obrigada pela dica, Rose!

Anúncios

24 Respostas to “Da higiene e boa conservação dos alimentos: porque somos divas-do-lar espertas. ;)”

  1. Wlady Says:

    Oi!
    Com o corre-corre da vida passamos a fazer tudo rapidinho, meio que automático, então uma paradinha para lembrar de coisas tão importantes vale a pena! gostei do post!
    Linda foto vc com maridão!
    bjk e ótimo final de semana para vc!

  2. Yvone Says:

    Entrar nas cozinhas comerciais tô fora viu! Escolho, peço indicação, pesquiso…Mas quando sento não questiono muito, porque c não nunca mais saio de casa.
    Gostei muito do post.
    (coloquei a diva nos meus favoritex)!
    beijos

  3. lidianevasconcelos Says:

    Oi, Wlady!
    Verdade, é o corre-corre que faz a gente não “se ligar” em coisas elementares no dia-a-dia e que a gente sabe que sabe…

    Beijos.

    Yvone

    Também não questiono não. Será que alguém questiona?
    Já vi e li matérias em que nos orientam a fazer isso, mas sinceramente acho estranho chegar num restaurante ou coisa do tipo e pedir para ver a cozinha.
    Vou, como e entrego a Deus…

    Beijos

  4. Lenita Says:

    Beeeeeem, se formos por essa linha de pensamento, creio que só comeríamos em poucos, bem poucos estabelecimentos…
    Melhor não pensar muito e escolher o que pudermos.

  5. Isabela Kastrup Says:

    Lidi, que saudade!! Como sempre nos brindando com posts informativos e utilíssimos. Parabéns!! Respondendo a sua perguntinha, eu não costumo visitar a cozinha dos restaurantes que frequento não. Mas antes de me sentar dou uma olhadinha no banheiro para verificar a higiene do local e aí se tiver limpo me sinto mais tranquila para comer. Loucura? Pode ser!!
    Beijos lindona

  6. Fátima Says:

    Olá Lidiane!!!Muito grata pela visitinha.Não deixe de participar da PROMOÇÃO.Adorei seu blog e claro que voltarei aqui outras vezes.
    Beijos.Fátima

  7. egitoebrasil Says:

    eu já não me ligo muito nestas coisas não… se a gente for ficar maníaca com certas coisas nem vamos mais sair de casa e talvez experimentar novas coisas!! Eu sou meio aventureira, gosto de ver coisas novas principalmente quando viajo, então não tenho mais tanto cuidado.

    Muitas pessoas vão para o Egito e ficam com a maior frescura do mundo para comer fora, escovam os dentes até com água mineral pq acham que é tudo contaminado… eu fiquei lá 9 meses e só tive piriri uma vez, depois de 3 meses, o que poderia ter acontecido no Brasil tb. Aliás, tinha um lugar lá que embrulhava os sanduíches no jornal, no começo eu não ia nem a pau, mas depois de 6 meses vi uma brasileira comendo lá normal e dizendo que era o melhor da cidade.. quer saber, fui lá e comi o tal do sanduíche embrulhado no jornal. Não passei mal não eeuheueh

    Claro que temos que prezar pelo mínimo de limpeza dos locais onde comemos fora, mas se o alimento estiver conservado em boas condições e for bem cozido, as chances de algum problema são bem menores. Já comer saladas e maionese fora é sempre um bingo, melhor apostar num lugar onde vc sabe que é tudo fresquinho!

  8. egitoebrasil Says:

    ahh só para complementar…. é engraçado, mas meu marido egípcio acha os brasileiros muito descuidados na hora de fazer comida e tem a maior frescuraaaaaaaa na hora de comer fora, sabe porque? Pq ele não come porco, para os egípcios porco é que nem ter rato dentro do seu prato, uma coisa nojenta e que dá doença, e nos restaurantes aqui adoram um bacon, às vezes mesmo no quilo eles cortam o grelhado com a mesma faca que cortaram uma linguiça, ele fica loucooooooo da vida e às vezes joga o prato todo no lixo se viu algo assim!!
    pra vc ver, como conceito de limpeza pode ser diferente de um lugar para o outro! ehhehe

  9. KAROLINE Says:

    karolinemanoel@gmail.com e karolineelisa@hotmail.com(msn)

    tô curiosa hein!!!
    bj

    sobre o post: temos que prestar bastante atenção com a limpeza de certos eletros como sanduicheiras, grill, cafeteira… outro dia fiquei uns dois dias de cama, por causa de uma cafeteira mal higienizada, coisa de louco,mas bastou olhar mais de perto pra dita cafeteira(que não era minha) pra ver pq passei mal

  10. Raissa Says:

    Ir na cozinha das lanchonetes e restaurantes fica meio difícil, até porque se ela for limpa, nossa estada por lá pode contaminar os alimentos, então eu tento confiar nos lugares que frequento, mas procuro não comer muito fora, quer dizer, adoro comidinhas diferentes (ou iguais mesmo, porque sempre que tem um Mc Donald’s por perto eu vou lá e como um Mc Duplo >P, é, não adianta, eu não me contenho, mas não é seeeempre, isso eu garanto!), mas por exemplo, não sou de comer nesses carrinhos que vendem cachorro-quente ou hamburgueres, fico com medo de ter algo sujo ou infectado, afinal nunca se sabe, eles ficam bem no meio da rua né, onde tem fumaça de carro, de cigarro, caminhão do lixo passando, etc.

    É um desafio e às vezes sorte, porque o lugar pode estar nos ‘trinks’ e vc acaba ficando com dor de barriga ou algo do tipo, como aconteceu com o seu marido.

    Já aqui em casa, quem cuida da alimentação é minha mãe, ela sabe cozinhar muito bem, sempre lava as frutas e verduras, é justamente por isso que como verdura mais em casa.

    Pois é, nem tudo está ao nosso alcance, mas vale um olho atento 😉

  11. Grazy Says:

    Nossa, entrar na cozinha pra ver é um ato super comum (ao contrário do que pensamos!) e correto! O cliente tem mesmo todo o direito de ver o local de onde sairá a comida que ele pediu. Infelizmente nem todo mundo tem coragem de fazer isso…
    Bjs!

  12. Raissa Says:

    PS: adorei as imagens Lidi.

  13. Rose Says:

    Oiiies…concordo com a Grazi, como sou formada em alimentos…sei que é um direito que deveria se tornar em dever entrar nas cozinhas dos restaurantes…mas confesso que você vai levar um tremendo susto…porque tem alguns por ai que é de doer…e as lanchonetes então é pior ainda…mmmmmaaaassss não podemos radicalizar…a contaminação por alimentos ainda mais nesse calor pode ocorrer tanto pela má qualidade do produto quanto pela manipulação do mesmo…a minha familia inteira foi para num hospital por causa contaminação cruzada numa festa…é sério devemos ter o maior cuidado com o alimento antes e depois do preparo… no jornal hoje (de hoje) kkkk passou umas dicas legais sobre as bactérias na cozinha desde a esponja, o pano de prato até o lixo em cima da pia lixo etc e talz…muito interessante…É isso a Lidiane temos que ficar informados para que podemos observar bem onde comemos…

    Bjinhus

  14. Ana Carla Benet Says:

    Menina, que barato. Aprendi uma coisa nova hj … não descongelar alimentos em temperatura ambiente … mas sim na geladeira !

    Como é bom ler, né ? Aprendemos tanto … inclusive nos blogs. Desde que aderi à blogosfera tenho aprendido todos os dias e sobre os mais variados assuntos ! Show de bola …

    Beijos linda !!

  15. lidianevasconcelos Says:

    Lenita.
    É como penso sobre os estabelecimentos de comida. Eu entrego a Deus!

    😉

    Beijos

    Oi, Isabela!!!
    Voltasse aos trabalhos “bloguísticos”?
    Bom tê-la por aqui… 😉
    Olha! Boa essa estratégia da ida ao banheiro, hein? Nunca havia pensado assim…ehehehe

    Beijos

    Oi, Fátima!
    Fico grata por você ter retribuído a visita. 😀
    Beijos

  16. lidianevasconcelos Says:

    Marina
    Quanto ao que você falou, concordo. Quando a gente viaja para outro país tem que estar ciente que há outros costumes e, porque não, outros códigos relativos a higiene. E se a gente pretende se adaptar, o que fazer senão tentar aprender os mesmos costumes?

    Quando estive nos EUA por dois meses, quase tive um “piripaque” quando a coordenadora pedagógica da escola onde eu estudei me ofereceu água da torneira para beber, que não passava por nenhum filtro. Respirei fundo e tomei, mais tarde soube que isso é normal por lá…

    É o preço que se paga pelo prazer de conhecer outras culturas…

    Beijos

    Karol

    Bem lembrada a necessidade de higienização dos eletrodomésticos usados para o preparo de alimentos.

    😉

    Beijos

    Pois é, Raissa!
    O lugar pode estar nos “trinks” e dar “zica”. Acredita que a cozinha onde os sanduíches são preparados lá na lanchonete onde o marido foi fica a mostra? Aparentemente, tudo nos conformes, mas… deu no que deu. 😦

    É bem como você disse: ás vezes, parece também ser questão de sorte.

    Ah! Que bom que você gostou das imagens… dá um trabalho selecioná-las, mulher! Nem te conto…

    Beijos

  17. lidianevasconcelos Says:

    Grazy

    Direito de entrar na cozinha, acho que no fundo todo mundo até sabe que tem, mas exercer é que não exerce. Euzinha sou uma que não faço isso, igual a tantos outros…

    Questão de costume. Será que um dia chegamos lá?

    Beijos

    Rose

    Como a Grazy falou, e eu concordei, é um direito. Aí você fala que a gente vai é tomar um susto se quiser entrar numa cozinha de restaurante ou lanchonete. Será que a gente não sabe disso lá no íntimo e quer mesmo é se poupar do susto? …KKKKKK….:D

    Ah! Vi as dicas no Jornal Hoje. Bem lembrado! Já está colocado no post! 😉

    Beijos

    Oi, Ana!
    Que bom ter lido que você aprendeu algo por aqui. Muito massa!
    Isso só me anima a buscar informações úteis para todas nós.
    Beijos!

  18. Anna Says:

    Ganhei um selo e lembrei de você, passe lá no blog.
    Beijos
    Bom fim de semana

  19. Grazy Says:

    Oi Lidiane, passa lá no meu blog que tem um presentinho pra vc… bjs!

  20. lidianevasconcelos Says:

    Anna e Grazy

    Obrigada, meninas!

    Beijos.

  21. mayara Says:

    aaaaaaaaaaaammmmmmmeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiii

  22. lidianevasconcelos Says:

    Oi, Mayara! 😀
    Que bom que você gostou tanto do post que fala da higiente e conservação dos alimentos, né? 🙂
    Espero te ler mais vezes no Bicha. 😉
    Beijos

  23. Fabiana Correia Says:

    A higiene em casa é super importante, principalmente no que diz respeito às verduras. As vezes estou às pressas para sair, quero fazer uma saladinha, mas tenho que ficar sem, porque preparar a salada, mesmo lavada, mas sem ter aquela higienização com hiplocorito, pode causar sérios danos à saúde, e é bem melhor evitar, pricipalmente no alface e tomate, não dá para bobear!
    E como manuseio muito com comida, nada como uma cozinha bem limpinha, panos de pratos mudados diariamente, e nada de animais andando pela casa, rs.

    Lidi, adorei seu post (acho q falei demais né? rs)

  24. Lidiane Vasconcelos Says:

    Fabiana

    Suas colocações a respeito dos cuidados com a higiene na cozinha foram ótimas e pertinentes. Acrescentaram em conteúdo, e em hipótese alguma você falou demais. Sempre que quiser interferir, por favor, faça! Isso me alegra muito, viu? 😉
    Beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: