5 dicas para ser “verde” sem ser “ecochato”.

Este blog mudou de endereço para WWW.bichafemea.com     >>>>> passa lá!

Ás vezes a gente pensa que para cuidar do meio ambiente é preciso se tornar um “ecochato”, não é? Não, nem sempre é assim. Sem radicalismos, dá sim para a gente adotar uma postura digamos, ecologicamente correta.

Eu acho importante a gente fazer as coisas gradativamente. Acredito que tudo na vida, quando feito de forma intensa e de “sopetão”, faz a gente se assustar com o impacto da mudança e motiva a desistência do processo de alteração do comportamento.

Imaginem a gente ir para uma academia e no primeiro dia fazer todas as sequências pesadas de exercício físico? O resultado é um corpo detonado e total aversão a malhação. Será que depois de uma experiência traumática como essa, a gente voltaria a malhar no dia seguinte? Difícil, hein?! É nesse sentido que defendo a mudança de comportamento que a gente almeja de forma gradual e continuada.

Voltando ao ponto de discussão, que é a postura ecologicamente correta, queria dizer que foi no blog “Conceito Ecológico”, através deste post, que vi algumas dicas de como adotar um comportamento amigável com a natureza no dia-a-dia. Isto, sem virar um “bicho grilo ecochato”. clip_image001

Trouxe algumas dessas dicas para a gente dar uma olhada e ver se podemos aplicá-las a nossa rotina. Olha só:

1 – Já me peguei cozinhando sem tampar a panela. E você? Pois, sabia que é um vacilo? Tampar a panela durante o cozimento faz com que seja aproveitado o calor que vai se dissipando no ar.clip_image001[8]

2 – Sabe uma forma fácil de evitar o abre e fecha da geladeira na hora que cada membro da família quer um copo d’água gelada? Comprar uma garrafa térmica de acampamento de 5 litros e abastecê-la de manhã cedo com uma bandeja de gelo e água gelada. Dessa forma, para a água geladinha do dia-a-dia não vai mais ser necessário o movimento da porta da geladeira.clip_image001[4]

3 – E para diminuir ainda mais o movimento da porta da geladeira? Na hora de cozinhar, cuidar em tirar todos os ingredientes necessários. Eu mesma me pego abrindo e fechando a geladeira para tirar isso ou aquilo, e já vou me policiar para eliminar esse comportamento desnecessário.clip_image001[6]

4 – Eu já dou preferência ás pilhas recarregáveis, e você? Embora elas sejam um pouco mais caras, com o tempo elas “se pagam” e dão lucro. Elas duram anos, podem sem recarregadas até 1000 vezes e a natureza vai lhe agradecer muito por ter menos pilhas sendo jogadas fora, hã?!clip_image001[10]

5 – Vamos aprender a levar a garrafinha com água de casa e evitar comprá-las na rua? E que tal se a gente passar a comprar mais refil e dar preferência aos produtos em embalagem maior, hein? Dessa forma a gente reduz o uso de embalagens, bonita! E, novamente, a natureza agradece por haver uma diminuição no gasto de energia e combustível para a produção delas, certo?clip_image001[12]

O post original com muito mais dicas está aqui, ó. Informe-se!

Agora diz aí, é difícil aplicar essas dicas no dia-a-dia?clip_image001[14]

Advertisements

12 Respostas to “5 dicas para ser “verde” sem ser “ecochato”.”

  1. Isabela Kastrup Says:

    Olá, queridíssima, adorei as dicas. Bem Simples e realmente fáceis de adotar no nosso cotidiano. Obrigada!!
    Beijos

  2. lidianevasconcelos Says:

    E não é, Isabela. É “facinho” de a gente ir mudando assim, devagarzinho e sempre. Incorpora uma atitude aqui, outra ali, e o dia-a-dia vai sendo recheado de atitudes conscientes sem que para isso tenha sido necessário qualquer radicalismo mirabolante no nosso comportamento.

    Beijos.

  3. Jane Murback Says:

    Oi Lidiane, adorei o post. Sou Eng química, trabalho na área ambiental (sabia desse lado negro da minha vida? HAHAHA) e adoro coisas prática. Prefiro mil vezes dicas assim do que aquela “viagem” de vamos salvar as borboletas, sabe?
    Bjo

  4. lidianevasconcelos Says:

    Oi, Jane!
    Que bom que gostou do post. Pois é, menina. Ás vezes a gente vê tanto blá-bá-blá se sobressaindo a idéias práticas, que a coisa acaba não saindo do canto. No frigir dos avos a gente não acaba é fazendo nada de efetivo. Então prefiro as coisas assim, “preto no branco”, para facilitar a mão na massa.

    Beijos.

  5. sonia sousa Says:

    eu esqueço muita vez a tampa- mas como a agua é ao natural memso gasta menos no abre e fceha do frigorifico. e já desligamos o stand by da tv. e uso os sacos das compras para por o lixo em vez dos outros de compra. e levo a minha sacola ao supermercado para evitar trazer tanto saco….são algumas dicas que se vao implantando – umas devagar outras mais rapido

  6. Lúcia Says:

    Oi! Nem é tão difícil, não! Boas dicas! A da água eu já faço, agora bora caprichar nas outras! Ah, adorei ‘ecochato’, kkkkkkkk

  7. lidianevasconcelos Says:

    Boa, Sonia!

    1 – Os “olhinhos vermelhos” daqui de casa já são todos desligados também;
    2 – Também uso sacolinhas no lixo;
    3 – Também levo uma sacola ao supermercado para compras pequenas, para evitar excesso de sacolas;

    Acrescento que desligo a torneira quando estou escovando os dentes e quando estou ensaboando a louça. Mantenho todas as luzes de casa apagadas, quando o cômodo não está sendo usado.

    E por aí vai…

    Beijos querida.

  8. lidianevasconcelos Says:

    “Bora” mesmo, Lucia?!…ehehehehehe…

    🙂

  9. Rose Says:

    Lidiane, que legal essas dicas…hum bem eu faço o de tirar tudo da geladeira na hora de cozinhar. Já sei o que vou fazer até pego tudo de uma vez.

    E também uso pilhas recarregáveis, e a garrafinha de água levo sempre uma quando vou demorar muito na rua e quando vou pra pós. Menina eu tomo muita água…rsrs

    Grande beijo

  10. lidianevasconcelos Says:

    Ai, Rose… preciso ainda ser mais “desenrolada” na hora de cozinhar porque vira e mexe lá vou eu abrir a geladeira para tirar o que já poderia ter tirado. Mas sabe que ler as coisas para blogar faz a gente ser melhor, não é? Depois que eu montei o post, antes mesmo de publicar, já fui mais atenta para a cozinha. Já estava mais “ligada” na hora de abrir a geladeira, procurando otimizar essas aberturas, sabe?
    Beijos!

  11. “Ecochato”? Que nada! Sustentabilidade séria e glamourosa… « Bicha Fêmea Says:

    […] Hoje em dia, está “por fora” quem teima em não adotar pequenas atitudes diárias que representem esse tipo de preocupação, certo? E adotar essas pequenas atitudes não é tão difícil assim, vai… lembra das 5 que listei um belo dia desses aqui? […]

  12. Móveis e objetos usados: lixo? Não. Doação? Sim. « Bicha Fêmea Says:

    […] procurar a fim de resolver isso. Sabe a postura nada ecochata de que a gente já falou por aqui e aqui? Passa por isso também, bonita! Se você e eu tomarmos o cuidado de não jogar esses objetos no […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: